quarta-feira, 4 de março de 2020

PROGRAMA 1º bimestre


DIDÁTICA DO ENSINO DE HISTÓRIA
Prof. Jean C. Moreno

Universidade estadual do norte do Paraná
Centro de ciências humanas e da educação
BLOG
http://historiaaprendiz.blogspot.com.br/
Orientações Gerais
Aulas

Programa (1º bimestre)
a) Introdução ao Ensino de História:
b) Perspectivas atuais sobre o Ensino de História.
c) Juventude, Escola e Ensino de História

Leitura coletiva obrigatória
10/03
DAYRELL, J. A Escola como Espaço Sociocultural. In: _____ (org.). Múltiplos olhares: sobre educação e cultura. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 1996. p. 136-161.
23/3
AMARAL, C.; ALVES, E.; JESUS, E.; PINTO, M. H. Sim, a historia é importante! O trabalho de fontes na perspectiva da Educação Histórica. Lisboa: Porto, 2012. 32p.
24/3
Sim, a historia é importante! O trabalho de fontes na perspectiva da Educação Histórica.

CRONOGRAMA 3º ano
(composição da nota bimestral)
Ver cronograma
Debate: Apresentação
4,0
Ver cronograma
Debate: problematização
4,0
Ver cronograma
Relatório dos debates
2,0
27/4
Prova
10,0

FORMAR 4 GRUPOS DE ATÉ 5 COMPONENTES.
Data
Texto
Ap.
Prob.
17/3
A invisibilidade da juventude na vida escolar
Matheus
Ricardo
30/3
A Escola “Faz” as Juventudes?
Yasmin
Andressa
07/4
Ser Jovem e Ser Aluno: entre a escola e o Facebook
Ricardo
Yasmin
13/4
Polegarzinha
Andresssa
Matheus

Apresentação e debate

Critérios para avaliação da apresentação
Tempo de apresentação: 1 hora.
Preparação coletiva.
Exposição do texto de maneira clara e objetiva.
Ideia central; ideias secundárias, exemplos interessantes.
Extrapolação: argumentação embasada no texto indicado ou em pesquisas complementares.  Levantamento de problemas.

Critérios para avaliação da problematização
GRUPO DEBATEDOR: meia hora de discussão.
Preparação coletiva.
Comentário ou problematização com base na apresentação dos colegas e nos textos indicados.
Identificação da ideia central do texto.
Postura acadêmica.
Extrapolação: argumentação embasada no texto indicado ou em pesquisas complementares.  Levantamento de problemas.

Relatórios
Entrega no mesmo dia da apresentação.
Modelo na rede social da turma.
Ideia central do texto
Ideias secundárias
Exemplos utilizados pelo grupo

Prova
Textos obrigatórios
Conteúdo dos debates
Conteúdo das aulas expositivas

Prova: critérios avaliativos
Compreensão dos textos.
Relação dos textos com a situação atual do ensino de História
Articulação com o que foi debatido em sala.

domingo, 1 de março de 2020

ORIENTAÇÕES INICIAIS

Olá 3º ano vespertino.
Espero que tenhamos um ano com muita aprendizagem, respeito e solidariedade.
Não é comum ter que orientar procedimentos de estudo no Ensino Superior. Contudo, pela experiência, seguem algumas dicas para aqueles que se interessarem.

1. A nossa disciplina se pauta numa proposta pedagógica específica, sociointeracionista, que visa, em última instância, estimular a interaprendizagem. Portanto, na prática, não existe o ‘apenas’ estudar “para a prova”. Envolva-se com as discussões em sala e aproveite ao máximo o tempo da aula.
2. Faça anotações de palavras-chave ou conceitos trabalhados em aula. A maioria de nós não possui uma “super memória”. Se conseguir, crie o hábito de fazer um “resumo da aula”, a partir das anotações, quando chegar em casa ou no dia seguinte. Com isso, o seu desempenho vai melhorar muito.
3. Há uma diversidade de avaliações em nossa disciplina em todo bimestre. Valorize estas oportunidades de aprendizagem e não somente a prova escrita.
4. Busque os textos no começo do bimestre e leia-os com cuidado, grifando o que achar mais importante, o quanto antes. Anote as dificuldades e as traga para discutir com o professor e os colegas.
5. Não protele a realização dos trabalhos. Produza-os no começo do bimestre, para não se sobrecarregar com as demais disciplinas.
6. Você já tem uma trajetória na Educação Básica e sabe as dificuldades e vantagens dos trabalhos em grupo. Não embarque na ‘canoa furada’ de protelar até a última data a produção coletiva, esperando que alguém dê o passo inicial. Se observar que o trabalho não está sendo produtivo, converse com o professor o mais breve possível, para encontrar uma solução.
7.  As datas de avaliações e entregas de trabalhos são definidas e divulgadas no início do bimestre. Se houver alguma necessidade de alteração, por força maior, será comunicado em sala, no blog e pela rede social.
8. Este é um curso presencial e a universidade cobra dos professores a realização de chamadas. A responsabilidade pelo controle das próprias faltas é sua. Leia a legislação da UENP (manual do aluno) sobre a questão das faltas. Se houver necessidade, apresente justificativa pelos trâmites legais.
9. Não dê valor a boatos e maledicências, se tiver dúvida quanto a algum procedimento, marque um horário e dialogue com o professor. O horário para atendimento no Ensino Superior é previsto em lei.
10. A Universidade oferece muitas atividades de Extensão, Ensino e Pesquisa. Se você puder, procure envolver-se com algum projeto. Isto aumentará ainda mais o seu aproveitamento e desempenho.
11. No mais, temos certeza que teremos um bom curso, com muita dinâmica, debate e aprendizagem.


Atenciosamente,

Prof. Jean Moreno

quinta-feira, 17 de outubro de 2019

3 vespertino


DIDÁTICA DO ENSINO DE HISTÓRIA
Prof. Jean C. Moreno

 

4º bimestre

Programa


a) Ensino de História, temas sensíveis, passados dolorosos.

b) Ensino de História e Interculturalidade



Leitura coletiva obrigatória


17/10
Escola pública e função docente: pluralismo democrático, história e liberdade de ensinar
24/10
Para pensar o ensino de história e os passados sensíveis: contribuições do pensamento decolonial
31/10
Ensino de História: passados vivos e educação em questões sensíveis
07/11
Formação docente em história: conhecimentos sensíveis, memórias e diálogos
07/11
O que aconteceu com as pessoas?  A ditadura nos livros didáticos de História.



Composição da nota bimestral


Ver cronograma
Apresentação
8,0
Ver cronograma
Relatórios
2,0
05/12
Prova
10,0



Apresentações

Data

Tema

Apresentam

14/11

Direitos Humanos e Ensino de História

Ana, Kadu, Joao K.

21/11

Ditaduras, eventos traumáticos e Ensino de História

Thayana, Larissa

28/11

Educação Intercultural e Ensino de História

Mariana, Sara

 

 

BIBLIOGRAFIA MÍNIMA

SUGERIDA



Direitos Humanos e Ensino de História

  Direitos Humanos e Cultura Escolar

¡  Antonio Simplicio de Almeida Neto

¡  Elaine Lourenço

  Conversas sobre direitos e dignidade da pessoa humana

¡  Angelo Priori

¡  Manoel Adir Kischener

  Direitos humanos, educação e interculturalidade: as tensões entre igualdade e diferença

¡  Vera Maria Candau

 

 

Ditaduras, eventos traumáticos e Ensino de História

  HISTÓRIA, MEMÓRIA E O ENSINO DE HISTÓRIA DOS REGIMES NÃO DEMOCRÁTICOS

¡  Davi Elias Rangel Santos

  História do Tempo Presente, eventos traumáticos e documentos sensíveis: o caso brasileiro

¡  Carlos Fico

  La última dictadura argentina en el aula: entre materiales, textos y lecturas

¡  Paula González

 

 

Educação Intercultural e Ensino de História

  Entrevista com a pesquisadora Maria Paula Meneses – Sobre colonialismo e descolonização: da necessidade de mais perguntas e menos afirmações

  EDUCAÇÃO INTERCULTURAL E JUVENTUDE: DIÁLOGOS ENTRE A ESCOLA ITATY DA ALDEIA GUARANI DO MORRO DOS CAVALOS E O IFSC/CÂMPUS SÃO JOSÉ

  EDUCAÇÃO, MOVIMENTOS SOCIAIS E SUBVERSÃO À LÓGICA DA COLONIALIDADE

¡  Wilker Solidade da Silva

 

APRESENTAÇÃO

  2 horas

  Apresentar os textos (ideia central, ideias secundárias, principais exemplos)

  Escolher entre as duas abordagens a seguir.

  A partir da  leitura dos textos:

  a) apresentar uma proposta prática para o ensino de História com alunos do Ensino Fundamental ou Médio.

  b) Propor e implementar um debate com a turma sobre o tema proposto e suas consequências para o ensino de História e a sociedade brasileira.

 

 

Prova

 

Textos obrigatórios

Conteúdo das aulas expositivas

Conteúdo cumulativo

 

Prova: critérios avaliativos

 

  COMPREENSÃO DOS TEXTOS.

 

  Relação dos textos com a situação atual do ensino de História

 

  Articulação com o que foi debatido em sala.


sábado, 7 de setembro de 2019

3o vespertino


DIDÁTICA DO ENSINO DE HISTÓRIA
Prof. Jean C. Moreno

 

3º bimestre

Programa


  a) Educação Histórica

  b) Didática da História

  c) Teoria decolonial


Leitura coletiva obrigatória


12/9
AMARAL, C.; ALVES, E.; JESUS, E.; PINTO, M. H. Sim, a historia é importante! O trabalho de fontes na perspectiva da Educação Histórica. Lisboa: Porto, 2012. 32p.
19/9
AMARAL, C.; ALVES, E.; JESUS, E.; PINTO, M. H. Sim, a historia é importante! O trabalho de fontes na perspectiva da Educação Histórica. Lisboa: Porto, 2012. 32p.
26/9
RÜSEN, J. Aprendizagem histórica: esboço de uma teoria. In: _____. Aprendizagem histórica: fundamentos e paradigmas. Curitiba: W.A. Editores, 2011. p. 69-112
03/10
RÜSEN, J. Aprendizagem histórica: esboço de uma teoria. In: _____. Aprendizagem histórica: fundamentos e paradigmas. Curitiba: W.A. Editores, 2011. p. 69-112



Composição da nota bimestral


Ver cronograma
Apresentação
5,0
Ver cronograma
Debate
3,0
Ver cronograma
Relatórios
2,0
10/10
Prova
10,0



Debates


Data
Tema
Apresenta
Debate
12/9
Pedagogia decolonial e educação antirracista e intercultural no Brasil
Larissa
Layne
Thayana
Ana P.
Kadu
19/9
Teoria pós-colonial, estudos subalternos e América Latina: uma guinada epistemológica?
Ana P.
Kadu
Joao K.
Mariana
Sara
26/9
Memórias Outras, Patrimônios Outros e Decolonialidades: Contribuições Teórico-metodológicas para o Estudo de História da África e dos Afrodescendentes e de História dos Indígenas no Brasil
Joao K.
Mariana
Sara
Larissa
Layne
Thayana



Prova


Textos obrigatórios

Conteúdo das aulas expositivas

Conteúdo cumulativo

Será com consulta aos textos básicos


Prova: critérios avaliativos

 

  COMPREENSÃO DOS TEXTOS.

  Relação dos textos com a situação atual do ensino de História

  Articulação com o que foi debatido em sala.


sexta-feira, 2 de agosto de 2019

TROCA DO DIA DA APRESENTAÇÃO


AGOSTO

06 – 1º horário: Apresentação de trabalho Ensino de História e cultura afro-brasileira
2º horário: Debate do texto Ensino de História e Consciência Histórica, cap. II e III


08 1º horário: Apresentação de trabalho Ensino de História e História das mulheres
2º horário: Debate do texto Fazer defeitos nas memórias: para que servem o ensino e a escrita da história?

13 – 1º horário: Apresentação de trabalho Ensino de História e cultura Indígena 
2º horário: Aula expositiva e dialogada: Consciência Histórica e Pedagogia Crítica.

15 - Prova

22 – Retorno e revisão das avaliações e planejamento do 3º bimestre (não faltem, por favor, esta aula também é importante).

quinta-feira, 1 de agosto de 2019

RETORNO ÀS AULAS




AGOSTO

06 – 1º horário: Apresentação de trabalho Ensino de História e cultura afro-brasileira
2º horário: Debate do texto Ensino de História e Consciência Histórica, cap. II e III


08 - 1º horário: Apresentação de trabalho Ensino de História e cultura Indígena 2º horário: Debate do texto Fazer defeitos nas memórias: para que servem o ensino e a escrita da história?

13 – 1º horário: Apresentação de trabalho Ensino de História e História das mulheres
2º horário: Aula expositiva e dialogada: Consciência Histórica e Pedagogia Crítica.

15 - Prova

22 – Retorno e revisão das avaliações e planejamento do 3º bimestre (não faltem, por favor, esta aula também é importante).